Vídeo-histeroscopia



A histeroscopia representa o padrão-ouro na avaliação da cavidade uterina.


Algumas indicações diagnósticas e cirúrgicas:

  • Sangramento uterino anormal (desde mestruação irregular até câncer de endométrio);
  • Pesquisa de fertilidade, inclusive sendo pré-requisito para a Fertilização In Vitro (FIV) e também no pós-falhas recorrentes de FIV.
  • Abortamento de repetição;
  • Remoção de DIU;
  • Diagnóstico e terapia para lesões internas no útero, suspeitadas por outro método, como ultrassonografia, histerossalpingografia ou ressonância magnética, por exemplo;
  • Biópsia dirigida de endométrio;
  • Lise de aderências intrauterinas;
  • Retirada de pólipos;
  • Retirada de miomas;
  • Septoplastia;
  • Ablação do endométrico (uma alternativa à histerectomia);
  • Contracepção definitiva.